Blog da Pró Digital




Certamente você já olhou a parte de trás de seu CPU e verificou as diversas entradas com tamanhos, formatos e até mesmo cores diferentes. Mas você sabe o que cada uma delas significa e como funciona? Confira agora!
eSATA: O eSATA (external SATA) é um padrão de conector SATA externo, que mantém a mesma velocidade de transmissão. É usada em dispositivos de armazenamento como HDs e drives óticos, e foi criada para oferecer uma alternativa mais rápida ao USB 2.0. Por transferir arquivos em até 6 Gigabits por segundo, é muito usado como solução para editar e arquivar vídeos digitais e fotografias em RAW.
big_sata_quickport_combo_esata_2  
Ethernet: é a conexão do seu computador com a internet através do conector no padrão RJ45. Alguns computadores com interface “Gigabit Ethernet”, oferecem tráfego de dados com até 128MB ou 1 Gigabit por segundo, sendo aproximadamente 3 vezes mais rápida que uma conexão Wireless 802.11n.  Desde a década de 1990, vem sendo a tecnologia de LAN mais amplamente utilizada e tem tomado grande parte do espaço de outros padrões de rede como Token Ring, FDDI e ARCNET.1.
Ethernet-Cables  
Portas de áudio: diferente dos computadores antigos em que era preciso instalar uma placa de som, como a Sound Blaster 16, atualmente os PC’s possuem sistema de som e portas para áudio já integradas à placa-mãe. As portas mais usadas são as analógicas, que são identificadas por cores diferentes para ligar caixas de som, microfone, subwoofer etc.
portas-audio-14218752  
Toslink SPDIF: além do som analógico, pode existir a saída digital em PCs através da porta Toslink S/PDIF, que usa um cabo de fibra óptica fabricada pela empresa Toshiba. Sua largura de banda é suficiente para o som estéreo sem compressão, porém a mesma é necessária para áudio multicanal. Existem outras opções de conexão digital de áudio, como portas HDMI e Display Port 2.0, que podem transformar áudio digital e sinais de vídeo. O conector SPDIF pode ser do tipo óptico ou metálico (muito parecido com o RCA).
g_2ygih
VGA: O VGA ou Video Graphics Array é um padrão de gráficos de computadores introduzido em 1987 pela IBM, também usado vulgarmente para designar o conector associado ao padrão. Está presente em computadores com gráficos integrados e em alguns dos monitores que ainda estão no mercado – embora o padrão esteja mudando.
MINOLTA DIGITAL CAMERA
DVI: O Digital Visual Interface é um padrão de interface de vídeo, sendo a primeira conexão digital para monitores amplamente utilizada. Tem a função de aumentar o máximo possível a qualidade dos dispositivos de vídeo digitais como monitores de LCD e projetores digitais
S-HDMI-DVI-1
Display Port: é uma interface de vídeo desenvolvida em 2006 pelo consórcio Video Electronics Standards Association (VESA) e, mesmo possuindo funções muito semelhantes a porta HDMI, essa porta possui algumas diferenças, como o licenciamento que não exige o pagamento de royalties por sua implementação. Ela também permite o encadeamento de até dois monitores com grande largura de banda ou mais no padrão prevê “hubs”. Além disso, o Display Port suporta bitrates até duas vezes maiores que o HDMI, o que permite a criação de monitores de alta resolução. Seus cabos podem transportar sinais de áudio com uma largura de banda de 49 Megabits por segundo.
displayport
HDMI (High Definition Multimedia Interface): é a porta padrão em televisões de alta-definição, muito utilizada para conectar computadores, tablets e smartphones. O padrão HDMI 1.4a tem largura de banda suficiente para uma tela com resolução de 1080p operando a 120 quadros por segundo, sendo adequada para jogos e vídeos em 3D. Os cabos da porta HDMI também são capazes de transportar sinal de áudio
hdmi
Mini-HDMI: são mais utilizadas em aparelhos eletrônicos como câmeras digitais e podem ser encontradas em algumas placas de vídeo com GPUs Nvidia GeForce da série 500.
mini-hdmi
Porta PS/2: é a porta para mouse ou teclado e é uma das mais comuns entre as portas antigas. A maioria dos computadores possuem duas delas, com cores correspondentes para o mouse e teclado.
images
FireWire (IEEE 1394): outra porta bastante comum, mas rara nas placas-mãe mais modernas. É uma interface serial, criada pela Apple, Inc., para computadores pessoais e aparelhos digitais de áudio e vídeo, que oferece comunicações de alta velocidade e serviços de dados em tempo real. Útil se você tem filmadoras mais antigas, um iPod da primeira geração ou equipamento de áudio profissional.
firewire4-6  
Porta paralela: encontrada em alguns computadores, as portas paralelas podem ser usadas para conectar uma grande quantidade de periféricos populares de computadores, como impressoras, principalmente em empresas com sistemas de ponto de venda (POS) e impressoras fiscais, scanners, gravadores de CDs, disco rígido, drives removíveis lomega Zip, adaptadores de rede, drives de fitas para backup de fitas etc.
DB25 femea
Porta serial: é raramente encontrado em computadores modernos, mas ainda utilizado em instrumentos de laboratório, sistemas de ponto de venda e hardwares especializados
MINOLTA DIGITAL CAMERA      







Pró Digital
Rua Senador Saraiva, 200 | Bairro São Francisco | Curitiba/PR | 80.510-300
Fone: +55 (41) 3015-5959 | vendas7@prodigital.com.br